• FIM
  • R.I.P

terça-feira, 19 de novembro de 2013

A vida é fundida

A dor, vivida, revivida, e sentida,
Originada pelas acções por ti mantidas,
Rapidamente se converterá em palavras,
Que depois de exaustivamente escritas, repetidas, e pensadas,
Depressa se transformará num minúsculo ponto no éter perdido,
Onde eternamente permanecerá esquecido.
O big bang de sensações de perda terríveis,
Originado por tal dor vilmente oferecida,
Outrora impensáveis, impalpáveis, e inverosímeis,
Brevemente expandir-se-á até que se funda na multidão,
Resumindo-se posteriormente a uma mera combustão
Num infindável universo conhecido,
Tendo, por ventura, ou por piada, um dia sido,
O centro do universo de um mero mortal
Que agora já jaz, igualmente fundido

sábado, 16 de novembro de 2013

Make it not an evil mark

Se todas as pessoas, por tudo e por nada, em todo o lado, a todo o momento, estão a tirar fotos, quem é que depois as vê?