• FIM
  • R.I.P

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Inauguration day

O politicamente correcto não é mais do que uma diarreia mental de um cobarde, que se lembrou de não dizer aquilo que sentia porque não tinha coragem para o fazer, e que para não se sentir mal com ele próprio, inventou esse conceito. Conceito esse, que no fundo não passa de uma anulação do seu próprio ser, a fim de em qualquer circunstância poder ser um mutante e conseguir alterar-se consoante as situações em que se encontra, sempre na esperança de acertar quando pensa estar a dizer o que os outros querem ouvir e, principalmente, não ferir susceptibilidades. O objectivo do politicamente correcto é única e exclusivamente o de terminar com as discussões e fazer, cada vez mais, com que as pessoas deixem de discutir e partilhar opiniões, experiências e novas formas de ver as coisas. O politicamente correcto chateia-me, e aborrece-me profundamente que me tratem assim todos os dias onde quer que vá. Dá logo vontade de gritar um foda-se, assim bem alto, mais que não seja só para gerar alguma celeuma e algum mau estar... Qualquer dia toda a gente é igual a toda a gente e depois sempre quero ver se o politicamente correcto ajuda nalguma coisa.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Lights

É deveras engraçado o efeito placebo. Apenas o facto de acreditar em algo permite-nos aliviar os sintomas de mau estar que sentimos, sem que o medicamento que se toma tenha qualquer tipo de efeito farmacologico! Suponho que o efeito placebo seja o que se sente quando as pessoas ofendem ou respondem de forma ignorante, apenas porque não sabem o que responder ou o que pensar ao que lhes é dito. Como não sabem o que dizer, vai de insultar e dizer ignominias, o que é preciso é dizer alguma coisa para não ficar calado, e principalmente ficar com a sensação de que se disse algo verdadeiramente brilhante e inteligente.
Suponho igualmente que outro efeito placebo seja o facto das pessoas conhecerem apenas um dos vertices do hectagono, e ainda assim defenderem que já conhecem o prisma todo... É deveras engraçado o efeito placebo!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Ended Up A Stranger

O que raio quer dizer uma pessoa quando riposta: "não o prazer é todo meu" quando lhe dizem, "prazer em conhece-lo"?! Será que é mesmo possível só uma das pessoas ter todo o prazer quando duas pessoas se conhecem? Será a resposta o prazer é todo meu, o início de uma disputa para ver quem é que ganha logo no primeiro encontro? Será que afinal é mesmo tudo à partida uma questão de quem ganha ou perde?

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Jogos físicos e psicológicos

- ... E em conclusão, no dia do nosso, muito, muito, mas mesmo muito, especial aniversário, embora sejas tão bonita como uma, a tua beleza e força jamais será igual à da efémera flor...

- Ohhhhhhhhhhhhhhhhhh, tão bonito, tão querido, tão fofinho! Foi a coisa mais bonita que já me disseste assim ao acordar! E logo no dia do nosso aniversário...Depressa, sem pensares, numa palavra, diz qual é a flor que me define como mulher e tua adorada e querida amante, companheira, etc...

- Numa palavra?...

- Sim, mas sem pensares, diz, depressa, o bonito deste jogo é a espontaneidade. Vá, diz...

- Bom, está bem, é a...

- Anda, diz, estás a pensar e isso não vale! DIZ JÁ...

- Errrr...Errrr...é a AZEDA...

- A AZEDA?! PORQUÊ?

- Bom...Não faças essa cara...Nem é preciso começares logo aos berros histéricos...

- Está bem, eu mantenho a calma, embora tu tenhas o dom de estragar sempre tudo. Diz-me lá então, amor meu, por que raio é a azeda a flor que me define melhor?

- Bem...Para começar é amarela...

- Ai agora achas que sou pálida, ou que sou enfezada, ou que parece que tenho icterícia ou mononucleose?

- Não comeces com as tuas paranóias médicas que sabes perfeitamente que isso me dá cabo dos NERVOS...Então o amarelo não é a tua cor preferida?

- Não, a minha cor preferida é o verde...Já devias saber isso...

- Então, a flor é amarela e verde, tem um caule verde enorme...Além disso, é uma flor de Inverno...

- BOA! Para além de pensares que ando pálida ainda me achas fria...

- QUERES DEIXAR-ME TERMINAR O RACIOCÍNIO?

- ESTÁ BEM, ACABA LÁ O TEU RACIOCÍNIO...

- Bom...e uma flor de Inverno resiste a muitas intemperies estoicamente, sem perder a beleza...Oh! Eu sei lá...Querias que eu não pensasse e agora estás com cenas para quê? Foi o que saiu pronto...

- Até te estavas a safar bem, mas já vi que disseste a primeira baboseira que te veio à cabeça...

- Mas tu querias que eu não pensasse! O que é que querias que eu te dissesse? É claro que disse a primeira coisa que me veio, sabes muito bem que só tu tens o dom de me fazer vir sem pensar em mais nada...

- Ohhhhhhhhhhhhhhhhhh, tão bonito, tão querido, tão fofinho! Essa é que foi afinal a coisa mais bonita que já me disseste assim de manhã...E logo no dia do nosso aniversário...Depressa, o que é que mais gostaste ao longo destes...Espera lá, quando acordaste fui eu que te disse que hoje era o nosso aniversário, aliás foi até por isso que acordaste como acordaste, o meu presente para ti foi o broche! Sim, porque eu sei que acordas sempre com o coiso assim grande. Eu, ao contrário de certas pessoas, sei muito bem os teus gostos...Tu depois é que vieste logo com falinhas mansas, és muito espertinho tu. Mas aposto que não sabes quantos anos faz hoje que estamos juntos?

- Oh, então não haveria de saber? Há quatro...

- ... ....

- Espera lá não te vás embora da cama...Estava a brincar, eu sei muito bem que é há cinco, estava só a brincar...

- ... ...

- Oh! Não faças essa cara, anda cá, eu estou a continuar a brincar contigo...

- ...

- É há seis?... ...Não três... É à sete né?...Anda cá, não sejas assim...NÃO BATAS COM A PORTA DO QUARTO... NÃO BATAS COM A...ANDA CÁ....

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Pyjamas

"Face Oculta: MP pede para todos os arguidos irem a julgamento"

Se todos forem a julgamento, depois qual é o nome que vão dar ao processo?

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Nostalgia

Hoje em dia no meu país
Se eu quiser ser mesmo feliz
Basta que olhe só para o meu umbigo
É já um costume com raiz
Que se aprende ainda em petiz
Onde pensar se torna quase um castigo
É por isso que se ouve dizer
Que fazer greve até pode ser
O importante é que não prejudique as pessoas
Cada um deve cumprir o seu dever
Comer, calar, sobretudo obedecer
Se nesta vida for só merda, na próxima serão só coisas boas
Quem com isto não se resigna
E queira ter uma vida plena e digna
Para não fugir à tradição
A uma outra pessoa consigna
Sempre a uma pessoa vizinha
O ónus de uma nova revolução
Pois tomar uma decisão
Com coragem e determinação
Será sempre a pessoa do lado a fazer
Desde que não me prejudiquem
Gritem para aí, reivindiquem
Quero eu lá saber...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

In Every Dream Home a Heartache

- Hoje é dia dos namorados, sabias?

- Claro! Toda a gente sabe que devido à modernidade e às lutas feministas pela igualdade de direitos, que hoje é o dia em que todas as namoradas têm obrigação de pagar o jantar e oferecer alguma coisa bonita aos namorados.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

O Povo unido...

"As redes de TV internacionais mostram imagens, inicialmente sem comentários, de milhões de manifestantes em júblilo total quando ouviram o anúncio nas ruas."

Resta saber agora o que vai sair daqui, e se o povo permanece unido depois.
Já agora, e uma nova revolução por cá, não?

Grey Linn Park

Invariavelmente, é sempre o gajo mais totó do escritório, ou aquele que defende e vota, a viva voz, Cavaco, que nunca lava as mãos quando por acaso está a sair da casa de banho enquanto eu me preparo para entrar.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Cientistas desenvolvem touca que aumenta a criatividade

"Cientistas australianos desenvolveram uma espécie de «touca do pensamento», um dispositivo que usa minúsculos pulsos magnéticos para alterar a forma como o cérebro funciona e melhorar a criatividade. A invenção já produziu resultados notáveis, segundo os criadores. As informações são do jornal Daily Mail."

Finalmente faz sentido usar a expressão: Tás com uma granda touca!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Banda Sonora

Tive, pela primeira vez na vida, uma conjuntivite alérgica! Quando fui à farmácia mais próxima do local onde actualmente me encontro a trabalhar, depois de dizer à senhora farmacêutica o que me estava a importunar, ela, prontamente, perguntou-me se eu trabalhava no edifico das finanças! Como trabalho ali há cerca de um mês e pouco, fiquei surpreso com a pergunta dela. Respondi que sim, ao que ela me disse que todos os trabalhadores que trabalham naquele edifício têm desconto naquela farmácia! Continuou depois a dizer que é muito comum as pessoas contraírem aquele tipo de alergia ali devido ao ar condicionado do edifício que não tem qualquer tipo de manutenção! Mais uma vez, lá está o estado a borrifar-se para as pessoas em prol dos míseros cobres que poderá eventualmente poupar na manutenção mínima de um edifício que tem só 19 andares cheios de pessoas a trabalhar...
Embora esteja ali em regime de outsourcing, agora, pelo menos, já consigo compreender a cegueira e a comichão que invade o estado no que ao assunto finanças concerne...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Envoyé

- Olá! Bom, estás mesmo com bom aspecto hoje! Finalmente vejo-te com bom aspecto…

- Pois…Já é sexta novamente.

- Pois é! Já é sexta novamente. Nem me lembrava disso! O tempo voa não é? Vê lá tu que eu nem dei pela semana a passar! E tu continuas na mesma portanto. Pela tua resposta…

- O tempo voa para ti. Havias de passar uma semana na minha pele para veres o que era ver o tempo a não passar. Sim continuo na mesma. Só à sexta é que consigo sorrir, falar, ter boa cara, enfim, viver...

- Mas já foste a um médico?

- Já fui. Diz que tenho uma doença estranhíssima, do foro psicológico. Ele diz que nunca tinha visto, nem ouvido falar em nada do género. É sempre assim! Os gajos nunca sabem nada e um gajo é que padece...

- Então mas o Sábado não tem efeito nenhum em ti? Nem o Domingo? A Quinta? Os outros dias, percebo perfeitamente que não façam efeito, mas dizem que a quinta é muito boa. Há pessoas para quem a quinta resulta muito bem…

- Nada! Só a sexta é que tem este efeito em mim! O sábado aborrece-me, há sempre aquela constante sensação que o Domingo está próximo e que a sexta já passou. A quinta é exasperante, deixa-me cheio de ansiedade mal consigo comer ou ver, quanto mais falar. O Domingo pura e simplesmente devia desaparecer, só faz é mal…É como te digo, só a sexta mesmo…

- Deixa lá, há-de passar, vais ver. Conforme te apareceu, há-de desaparecer. Estás com bom aspecto, a sério, gosto de te ver. Quem te viu na semana passada e vê hoje nota logo a diferença. O que é que o médico te diz?

-Se me tivesses visto ontem, ou se me vires amanhã, já vês o mesmo de sempre. O médico não me diz nada de jeito ou que resulte. Disse-me para viver a minha vida dia a dia e tentar pensar nas coisas que me rodeiam só. Eles sabem lá. Não são eles que se sentem como eu sinto. Mas pronto, hoje é sexta. A sexta é a única cura que há, ou que eu conheço. Tenho que aproveitar…

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Gasoline man

Não consigo deixar de admirar aqueles velhotes, que mentalmente, de certeza, estão ainda cheios de força, destreza, equilíbrio e energia, e que por causa disso se levantam prontamente sempre que uma senhora ou uma rapariga entram no autocarro cheio, e continuam, estoicamente, o resto da viagem quase aos trambolhões...

Lucidogen

Hoje de manhã, no autocarro, um chinês já bem velho pediu-me licença para poder encostar um balde e uma esfregona ao pé da janela, para que não caísse enquanto fazia a viagem também de pé...Nunca tinha visto, sem ser em filmes, um chinês velho!