• FIM
  • R.I.P

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Squalor victoria

Estou marcado. Fui marcado.
Sou mais uma vítima mortal de todos os olhares, discretos ou indiscretos.
Olhares errantes que tornam evidente a certeza, já de si infalível no seu âmago.
Desejos secretos, volúpia, exercem o seu domínio constante.
Manipulam, manobram, deslocam-se irreflectidamente
Num movimento consignado e preciso
Na busca do objectivo, previamente, mas inadvertidamente calculado
Jungem, o que à partida, já está julgado

Sem comentários: