• FIM
  • R.I.P

sexta-feira, 19 de março de 2010

Terrible Love

Se cada vez que penso em ti, uma rosa florisse
Eram só rosas na terra, ninguém se podia mexer
Se cada vez que penso em ti, houvesse quem se risse
Eram tantas gargalhadas, irias ensurdecer
Se cada vez que penso em ti, alguém partilhasse a vida
Ninguém vivia sozinho, não parecia tão comprida, às vezes
Nitidamente, estou sempre ausente
Embora eu tente não parecer que estou
Penso sempre, que de repente
Aquilo que penso já toda a gente pensou
E que exactamente por isso, todos sabem o que penso
Sem sequer ser preciso, revelar o meu pensamento
Se cada vez que penso em ti, tu ficasses contente
Andavas sempre feliz, mandavas na tua mente
Se cada vez que penso em ti, o futuro fosse o presente
Acabar-se-iam os planos, para toda, toda a gente
Se cada vez que penso em ti, se escrevessem poemas
A vida era poesia, não havia teoremas
Nitidamente, estou sempre distante
Embora eu tente manter-me bem presente
Tento sempre, quando vou ao volante
Manter a distância do carro da frente
Está escrito na minha cara, como é que não conseguem ver
Provavelmente tenho mesmo, que começar a dizer,
O que penso e o que sinto sem vergonha de o fazer
Se cada vez que penso em ti, o céu mudasse de cor
Já não era mais possível, distinguir o arco-íris...

2 comentários:

Tindergirl disse...

Tentei cantar agora com esta letra e fiquei com as lágrimas nos olhos.
Mas pronto, hoje é o dia das grandes decisões em que eu estou particularmente sensivel. Mas tenho a certeza que se um gajo me cantasse isto, eu seria a mulher mais feliz do Mundo :)

joaninha versus escaravelho disse...

Muito bonito! :)