• FIM
  • R.I.P

segunda-feira, 1 de março de 2010

Consumed with what's to transpire

Não consigo nunca deixar de achar piada às desculpas que as pessoas inventam para se descartarem de ir, ou deixarem de fazer, o que quer que seja. Na senda cega de única e exclusivamente arranjarem desculpas para não fazerem aquilo que na maioria das vezes já se tinham comprometido a fazer, acabam por apenas conseguir que qualquer pessoa, menos eles próprios, veja nitidamente as incongruências existentes nos pretextos inventados, e abruptamente debitados das suas bocas! Melhor do que estas pessoas, só aquelas que em qualquer circunstância, no segundo imediato a ter acontecido alguma coisa, reclamam que já sabiam, ou já tinham dito, que aquilo iria acontecer!

1 comentário:

joaninha versus escaravelho disse...

Deves estar sempre a rir. Mais de metade das pessoas que eu conheço são assim...