• FIM
  • R.I.P

quarta-feira, 17 de março de 2010

Banda Sonora

Um dia, quando me vires na rua no meu silêncio, vira os olhos para a direcção oposta e afasta-te rapidamente, pois não há desventura maior que a de um dia se ter amado. Amar é ser. Ter amado é a busca incessante, infinita, inglória, da repetição de um momento que já foi prazer...que tresvario se haveria de cometer! E que injustiça para quem de novo se possa conhecer...Alias, o silêncio é logo revelador. Se quem enquanto caminha fala sozinho, consigo mesmo até, demonstra sinal de vitalidade mental, quem caminha em silêncio só pode ser louco, seja por que razão for, ainda que, e invariavelmente, a mesma seja sempre o amor...

Xiu Xiu - Dear God I hate myself

despair will hold a place in my heart
a bigger one that you do do do
and i will always be nicer to the cat
than i am to you you you you
dear God, i hate myself
dear God, i hate myself
and i will never be happy
and i will never feel normal
don't ask me is this line is about you
what do they do there tonite tonite?
why do they go there alright alright?
why do they live there tonite tonite?
and why do they live at all alright alright?
dear God, i hate myself
dear God, i hate myself
and i will never be happy
and i will never feel normal
why do they live there tonite tonite?
and why do they live at all alright alright?
flip off the mirror as protest
who the F-word are you you you?
and i will never be happy
and i will never feel normal
dear God, i hate myself
dear God, i hate myself

6 comentários:

Anónimo disse...

o amor é viciante o resto não é...

AP disse...

Sempre ouvi dizer que os vícios são maus ;)

Tindergirl disse...

Isso é o que eles dizem. Mas temos de lhes perdoar porque eles não sabem o que dizem :)

Anónimo disse...

e sabem tão bem!:)

AP disse...

O que é que sabe bem?

Tindergirl disse...

Devem ser os vícios...