• FIM
  • R.I.P

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Under the water fall

- Então e qual é a tua graça?

- A minha graça? Eu sei lá! Tenho tantas…

- Ai sim? Quais?

- Olha, para começar tenho este sinal sexy aqui mesmo ao pé do lábio. Parecendo que não é uma graça. Depois a minha pessoa em si. Não desfazendo, eu sou uma gracinha. Há também a minha tattoo ao fundo das costas. Mandei fazer uma borboleta que nem te digo nem te conto, está espectacular! Pelo menos é o que toda a gente me diz quando a vê…

- PORRA PÁ! PORRA! GAITA. GAITA. GAITA! O que é que tínhamos combinado?...A quantidade de gente que aqui estava a passar…era a altura ideal...Gaita pá, nós tínhamos combinado…

- … …Ah, pois foi! Desculpa, esqueci-me!

- Esqueceste-te? Andamos a falar nisto todos os dias! Como é que te esqueceste? Tu tinhas combinado comigo que eu chegava ao pé de ti, perguntava qual é a tua graça, tu respondias que é Graça e eu dizia, olha tem graça! A seguir riamos bem alto. Não foi isto que estava combinado?

- Sim, foi…esqueci-me…Mas qual é a graça disso afinal?

- GAITA! Outra vez? Então já não tínhamos concluído que eu e tu iríamos de novo pôr a sociedade portuguesa a usar a palavra gaita para expressar desilusão ou raiva, e pôr as pessoas a perguntar qual é a graça em vez do nome? Se bem me recordo foste tu que me disseste que querias contribuir activamente para uma sociedade nova com valores antigos…Se logo na primeira tentativa, de surpresa, que eu faço, tu te esqueces de alimentar o dialogo como deve ser, e com toda aquela gente a passar por nós, sempre quero ver como é que vamos conseguir propulsionar o uso do napperon em cima da tv outra vez…

2 comentários:

Zigue Zague disse...

Tenho sempre tantas dúvidas a escrever a palavra napperon... É só por isso que não tenho nenhum em cima da TV.

Anónimo disse...

«Os 'napperons' engomam-se do avesso e bem humedecidos, mas como o calor do ferro e a água desenvolvem vapor e este encolhe os tecidos, é conveniente esticar o tecido, com as mãos uniformemente, para assim lhe dar a primitiva forma» Escola de Noivas, Col. Laura Santos,uma referência incontornável para a implementação dessa nova sociedade :)
Isis (duaneudlaiquetubi)