• FIM
  • R.I.P

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

A conversa e as cerejas num dia de sol no Invenro

- Ena pá!! Não, este sítio é espectacular! É extremamente kitsch adoro o kitsch… …
- -!Então mas o Kit não era aquele carro automático que falava e tudo, daquela série muito parva, que até deu dobrada em brasileiro, com gajo que fez de salva vidas depois?
- Não! Que estupidez, isso era o Kit, não tem nada a ver com o que te estou a dizer… ….
- -Mau! Então um kit não é um conjunto de ferramentas?!
- Sim, mas isso é um kit de ferramentas, o Kit era um carro, na série claro. Na vida real o kit não existe.
- -Lá estás tu a dar-me baile outra vez. Então acabaste de me dizer que existe o kit de ferramentas, depois dizes que o kit não existe na vida real?! Em que é que ficamos? Sempre ouvi dizer Kit disto, kit daquilo… … até já ouvi dizer quando alguém se vinga de alguém, onde o segundo alguém já tinha feito uma maldade ao primeiro alguém, que nessa alturas ficam kites, vens tu agora dizer-me que o kit na vida real não existe…
- Às vezes acho mesmo que tu fazes estas merdas de propósito, ninguém pode ser assim tão parvo! …
- -O que é que tu queres, gosto da homografia, da homofonia e da homonímia, gosto…
- Onde é que existe a homonímia e a homografia aqui?
- - Existe no éter, uma vez que não consegues escrever no ar, reservo-me o direito de juntar as três numa só, apetece-me e diz-me lá quem é que és tu para me dizer que eu não o posso fazer?
- tu podes fazer aquilo que quiseres, desde que não me tentes fazer a mim de parvo, sabes muito bem que eu não vou nessas conversas e que comigo isso não pega?
- -Não pega porque tu és um maricas e tens medo, porque uma pega é essencial… ….
- És muito espertinho, sabes bem o que é que eu penso da prostituição, não comeces com essa conversa agora…
- -Então e agora quem é que está numa de homofonia? Eu estava a referir-me às pegas das chávenas de café, de chá… …
- Ai é, então porque é que me chamaste maricas?
- -Porque tu és um menino e tens sempre medo de te queimar, pareces um mariquinhas! Mas a julgar pela tua conversa, agora, pela maneira como ficaste todo ofendidinho, se calhar viraste mesmo de lado?
- Lá vens tu com os teus preconceitos homofóbicos… ….
- -Sim claro, mas tu é que não gostas de homo isto, homo aquilo, homo aqueloutro
- A capacidade que tu tens para desconversar é absolutamente desconcertante, sabes bem o que é que querias dizer quando disseste, pegas…
- -Isso agora depende do tipo de música que tu gostas, claro que nível musical só gostas de música anglo qualquer merda assim, ainda me criticas tu por gostar de palavras homo –uma coisa qualquer… …
- Sim, tu então, que gostas de whitesnake e afins, tens uma moral para falar dos meus gostos musicais que eu até me curvo perante ti
- -Escusas de te curvar que daqui não levas nada
- Levo levo, levo estupidez que sobre com fartura... ....
-- Quer dizer, tu é que começas a conversa a dar uma de psico intelectualoide, a dizer que gostas de kitsch e depois tens a distinta lata de me dizer que tu é que levas com estupidez com fartura... ....
- Não vires o bico ao prego agora, sabes muito bem que tu é que começaste, eu limitei-me a fomentar, mais nada. Sabes, eu já te conheço de ginjeira...
-- E então? Queres dizer com isso o quê? És daqueles que acham que as pessoas são sempre todos os dias iguais? Que as pessoas são estáticas e que não mudam de dia para dia? Além disso, isso de me conheceres de ginjeira tem que se lhe diga! Eu acho que te conheço de cerejeira… …
- E Ó Cerejeira, ao tempo que não vejo esse gajo! Lembras-te dele naquele dia em que fomos à praia e lhe dissemos que aquela gaja estava interessada nele?...
- Do que é que tu te foste lembrar… …

3 comentários:

joaninha versus escaravelho disse...

Quem é o teu interlocutor? Tu próprio?

Zigue Zague disse...

Olha que hoje esteve mesmo um dia de "Invenro" (e ele agora vai dizer que escreveu "Invenro" assim porque é kitsh... espera, não é kitsh que se diz, diz-se kitsch, tem de fazer chh). :)

AP disse...

Sim, ao espelho Joaninha :)

:) E esteve mesmo um dia de Invenro! Claro que eu podia dizer que foi de propósito para ver quem lê os titulos dos posts :) Mas não. O texto já tem uns anos e eu deixei na mesma o erro ortográfico, que hoje em dia já é quase kitsch ;)