• FIM
  • R.I.P

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Balelas

- Amanhã vou conduzir e deixar a brisa bater-me na cara. Nada, mas mesmo nada, me vai conseguir enervar. Sim, amanhã não vou desatinar com ninguém, nem vou ligar a quem quiser desatinar. não vou, nunca mais, queixar-me que a vida está cara. Toda a gente sabe que a vida não custa, o que custa é viver. Sim, é isso…Amanhã prometo a mim mesmo que vou ajudar alguém que não tenha medo, e queira, viver também…

- Pá, eu cá não sei, tu é que sabes da tua vida. Mas ouvi dizer que para amanhã dão chuva!